Eis o que mais falta faz às mulheres no Inverno

Um facto surpreendente: 86% dos europeus não consomem as 5 porções de fruta ou legumes recomendadas todos os dias. Isto é especialmente problemático nos meses mais frios, quando os nossos corpos precisam de ainda mais apoio. 

Honestamente, os nossos estilos de vida acelerados tornam incrivelmente difícil comer as "5 por dia" mesmo algumas vezes por semana, quanto mais todos os dias. Ter uma dieta equilibrada requer empenho, tempo, dinheiro e muito esforço. E mesmo isso muitas vezes significa apenas dar ao teu corpo o mínimo do que ele necessita para manter uma saúde e bem-estar ideais.

Porque é que é mais difícil para as mulheres obterem vitaminas suficientes?

Dietas frequentes, saltar refeições, padrões irregulares de sono, stress, alteração de estações, variações hormonais do corpo e ciclos menstruais contribuem todos para as diferentes necessidades nutricionais nas mulheres.

Para muitas mulheres, que tentam fazer malabarismos entre carreiras, famílias, responsabilidades, tarefas e actividades diárias, é muito difícil manter uma dieta equilibrada.

Além disso, é muito difícil obter todos os nutrientes e vitaminas dos alimentos em quantidades suficientes: alguns, tais como vitamina D, vitamina K e ácidos gordos ómega 3, estão presentes em quantidades extremamente baixas em fontes naturais de alimentos, enquanto os nutrientes que consumimos juntamente com eles também podem dificultar a sua absorção.

Nutrientes comuns que as mulheres não obtêm o suficiente 

Embora a ingestão subótima de vitaminas e minerais seja comum em ambos os sexos, as mulheres tendem a ignorar o seguinte:

  • Vitamina D3 - até 70% da população europeia tem níveis baixos.
  • Desequilíbrio ómega-3 e ómega-6 - consumimos demasiado ómega-6 e não o suficiente ómega-3, pelo que mais de 95% dos adultos têm níveis de ómega-3 insuficientes.
  • Ferro - as mulheres são mais propensas à deficiência de ferro devido à menstruação, gravidez e amamentação.
  • Vitamina B12 - cerca de 20% da população, especialmente vegetarianos e veganos, têm níveis subótimos de vitamina B12.
  • Vitamina E - cerca de 20% dos europeus não consomem vitamina E em quantidade suficiente.
  • Biotina - 38% das mulheres que sofrem de queda de cabelo têm uma deficiência de biotina.
  • Vitamina K2 - até 31% dos adultos têm uma deficiência de vitamina K.
  • Folato - mais de 50% da população não pode metabolizar totalmente o folato na sua forma bioactiva.

Todos estes problemas podem ocorrer ao longo do ano, mas muitos são mais comuns no Inverno, devido a menos tempo passado ao ar livre ao sol, menos produtos frescos e uma dieta menos variada e equilibrada.

Como te dás conta de que não estás a receber micronutrientes suficientes?

Muitas mulheres carecem de vários nutrientes ao mesmo tempo e isto pode levar a uma série de sinais que são frequentemente negligenciados e considerados uma parte "normal" da vida moderna, acelerada e stressante

Cansaço e fraqueza muscular

Dois dos sinais mais comuns de falta de nutrientes são a fraqueza muscular e a fadiga. Podes não estar apenas cansada de não conseguir dormir o suficiente, de trabalhar demais ou de te esforçares demasiado.

Se o teu cansaço não parece melhorar mesmo após o descanso e reposição das forças, pode ser porque tens baixos níveis de vitamina D, ferro, vitamina B12 e até folato.

Imunidade fraca

Enquanto um sistema imunitário enfraquecido é muito comum nos meses mais frios, devido ao ciclo vicioso de passar demasiado tempo dentro de casa, que não só nos expõe a infecções como também pode levar a deficiências de vitamina D, outros défices nutricionais podem também causar o enfraquecimento do nosso sistema imunitário.

Não ter ferro suficiente, vitamina B12, folato e vitamina E também pode levar a um sistema imunitário menos activo, que não se pode defender contra infecções e torna-te mais propensa a constipações e vírus. No Inverno é ainda mais difícil comer fruta e vegetais frescos, pelo que as carências em vitaminas e minerais são ainda mais comuns do que no resto do ano.

Nevoeiro cerebral

O esquecimento e a falta de concentração não devem ser descartados como consequência de um estilo de vida stressante. Muitas vezes estes sinais podem ser melhorados com uma ingestão adequada de DHA (ácidos gordos Ómega 3), ferro, biotina, vitamina B12 e folato.

Queda de cabelo, unhas quebradiças e problemas de pele

Embora nem todos os problemas de queda de cabelo, unhas e pele sejam devidos a deficiências nutricionais, foi demonstrado que cerca de 38% das mulheres que sofrem de queda de cabelo têm uma deficiência de biotina.

Saúde do sangue, células, ossos e coração

A anemia continua a ser a deficiência nutricional mais disseminada no mundo e é mais comum nas mulheres, principalmente devido à deficiência de ferro, mas a vitamina B12 e o folato também podem ser benéficos no combate à anemia.

A perda de força óssea é mais comum nas mulheres do que nos homens, e o consumo de quantidades adequadas de vitamina D3 e vitamina K2 ao longo da vida pode ajudar a manter os ossos fortes. Estas mesmas vitaminas também protegem o coração.

Qual é a melhor maneira de evitar baixos níveis de vitaminas e minerais?

Tens agora toda a informação necessária para determinar se precisas de ajuda extra. Podes:

  • tentar comer mais alimentos ricos em certos nutrientes, e
  • escolher suplementos que contenham as quantidades diárias recomendadas de suplementos e que sejam uma forma simples e sustentável de garantir a sua ingestão diária.

Contudo, como nem todas as insuficiências nutricionais se manifestam em sintomas aparentes e nem todos os suplementos são iguais, esta pode não ser a melhor abordagem.

Em vez de consumires uma mão cheia de cápsulas diferentes todos os dias, equilibrando as quantidades diárias recomendadas, tentando descobrir o melhor tempo e a melhor forma de as tomar para garantir a máxima absorção, e experimentando diferentes tipos de desconforto ao tomá-las (do hálito a peixe ao sabor a ferro e à azia), opta por uma solução em cápsulas tudo-em-um.

AVENOBO Lady Multivitamin é uma cápsula única, tudo-em-um, de multivitaminas.

AVENOBO Lady Multivitamin cobre as necessidades micronutricionais mais importantes das mulheres com as melhores vitaminas e minerais nas suas formas bioactivas e biodisponíveis.

Avenobo Lady tem uma solução única em cápsula que permite a ingestão simultânea de nutrientes sólidos e líquidos, sem os misturar ou afectar a sua estabilidade ou eficácia. Isto distingue-o dos outros, uma vez que a taxa de absorção é mais elevada do que a que normalmente se encontra num suplemento multivitamínico.

A cápsula externa contém os nutrientes líquidos - ómega 3 (293 mg DHA) de óleo de peixe ultrapuro e 20 µg de vitamina D3 - enquanto a cápsula interna é preenchida com ingredientes sólidos (ferro, vitamina B12, ácido fólico (folato), biotina e vitamina E) fornecidos em grânulos inteligentes de libertação temporal que podem ser libertados gradualmente em todo o intestino delgado, onde a absorção de nutrientes é mais optimizada.

Para ti, isto significa simplificar a tua rotina diária de tomar os teus suplementos básicos, e para o teu corpo, significa que podes absorver e utilizar esses nutrientes da forma mais eficiente possível.

Embora o nosso sistema imunitário precise especialmente de suporte multivitamínico nos meses mais frios, podes tomar as cápsulas de Avenobo Lady Multivitamin durante todo o ano.

Produtos para si